Gente que não rejeita a parada e sabe arregaçar as mangas diante do trabalho e dos obstáculos

A história do clube

Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum. Sed ut perspiciatis Excepteur sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

"A ideia da fundação e construção do São Lourenço Country Clube nasceu de um homem de ação e espírito altamente empreendedores, o jovial J. Ferreira, gerente do Banco de Credito Real em nossa cidade. Posso acrescentar que muito contribuiu a reação natural das pessoas vindas de cidades onde a organização social e desportiva é um complemento da vida e não uma fonte abusiva de renda.

J. Ferreira , encontrava-se na Autorema S.A a espera do seu carro, quando foi procurado pela sua graciosa filha Senhorita Waldelys , que precisava de uma certa importância de dinheiro para praticar determinado esporte. Reagiu imediatamente o Ferreira, alegando que na véspera tinha lhe entregue a mesma importância para o mesmo fim. Acontece que a correria, havia chegado a São Lourenço há poucos meses, portanto, sem tempo para compreender e se acomodar com certos fatos absurdos da nossa cidade.

Dirigindo-se a este batalhador incansável que é Nadra Chaib, soltou a “bomba”:
" - PRECISAMOS FUNDAR UM CLUBE PARA OS NOSSOS FILHOS EM SÃO LOURENÇO!".

A resposta do Nadra foi instantânea:
" - ACEITO O DESAFIO E COMPRO ATE QUINHENTOS MIL CRUZEIROS DE TÍTULOS HOJE, SE FOR PRECISO!"

Ferreira deixou a Autorema com o espirito e a mente em ebulição. Quase à mesma hora cruzou o seu carro com o desse fabuloso, mais diplomata do que banqueiro, que é Henrique de Morais Sarmento e, com o seu clássico "quero falar um minutinho com o amigo", expôs de dentro do carro os seus objetivos e, já agora juntos , procuraram o colega, João Machado Homem do Lavoura, reunindo-se então os três na gerencia do Banco Ribeiro Junqueira para confabular melhor o assunto. Após isto, procuraram o Dr. Antônio Bittencourt Filho, gerente do Banco Nacional de Minas e, em seguida, entraram em contato com Hilbert, Tárcio, Cambraia, Helcio e J. Nogueira Lima. Marcaram depois um encontro para às 16 horas e juntos se avistaram com o Sr. Pedro Silvestrini, no escritório de sua firma , e ao mesmo expuseram a ideia, conseguindo imediatamente a sua integral adesão. Foi assim, que o destino reuniu onze homens cujas características confirmam as palavras da Bíblia: "A fé remove montanhas". A iniciativa estava pois lançada aos quatro ventos da terra São-Lourenciana.

Marcaram uma reunião para às 19:30 horas do mesmo dia nos Escritórios da Autorema S.A a fim de darem forma aos planos iniciais e de organizar uma Comissão na qual reunisse homens da cidade que tivessem na sua personalidade o ideal de servir e principalmente de lutar com disposição, sem reagir a certas criticas tão injustas e costumeiras em empresas desta natureza. Tudo foi feito sem bairrismos, sem politica, apenas com alto e patriótico desejo de trabalhar pela terra São-Lourenciana. Foi assim que surgiu a famosa Comissão Central Executiva do novo clube, constituída dos seguintes elementos: gente que não enjeita a parada e sabe arregaçar as mangas diante do trabalho e dos obstáculos.

Seria uma injustiça destacar o esforço maior ou menor de qualquer dos membros acima citados, porque tem sido algo de admirável, de grandioso e principalmente de surpreendente o trabalho, o carinho e amor com que cada um dos elementos procura desempenhar sua tarefa, sempre dentro do critério mais justo, mais humano e financeiro. Chego ao extremo de afirmar, sem falsa modéstia, pois fui honrado para compor esse conjunto de homens de boa vontade, que, se tratasse de negócios pessoais, não seriam elaborados com tanta prudência e rapidez como tem ocorrido nos negócios do São Lourenço Country Clube.

O São Lourenço Country Clube foi fundado em no dia 4 de Junho de 1963. Aqui abro um parêntese para uma nota triste: no dia 11 de Setembro, perdemos um dos maiores entusiastas do empreendimento, um dos maiores impulsionadores da Comissão , na pessoa do Industrial e Líder, Senhor Pedro Silvestrini, cuja memória aqui deixamos nossas manifestações de gratidão e nosso lamento pela perda irreparável.

Tem, portanto, exatamente quatro meses de existência e com a confiança e colaboração desse povo incomparável que reside na maior Estância hidro mineral do país, a Comissão já pode apresentar um trabalho que constitui um verdadeiro sonho. Senão, vejamos: já dispomos de um imóvel cujas características, área e localização não poderia ser encontrado em nenhuma outra cidade, apto a receber aquilo que um clube deve oferecer aos associados. Dois arquitetos do Rio de Janeiro nesse momento estão dando duro nos esboços e planos, para que possamos dar inicio muito em breve às construções das piscinas e logo a seguir um Ginásio de Esportes coberto, que será talvez algo de sui gêneris no interior de Minas Gerais. Dentro de uma dezena de dias estará iniciada a construção de um salão de festas, com 200 metros, para que possamos em dezembro vindouro festejar o Natal e também, segundo a programação em estudos, realizar a festa do Réveillon, que será pela primeira vez em São Lourenço, a rigor. Esperamos também, dentro de uns sessenta dias, contar com um bar e restaurante no interior da sede social, para uso exclusivo dos sócios, que, pelos planos, serão em moldes a agradar a todos.

Portanto, com orgulho e modéstia, podemos informar hoje aos nossos amigos de outras cidades que São Lourenço não é mais um lugarejo como a bem poucos dias passados, hoje somos uma comunidade completa e estamos caminhando a passos largos para o progresso e para o futuro!

Fonte:
Fundador e Diretor: J. Ferreira - Redator: J. Nogueira Lima
Ano I -São Lourenço, (MG), 10 de Outubro de 1963

Estatuto Social do São Lourenço Country Clube

Conheça nosso estatuto social!

× Como posso te ajudar?